quarta-feira, 16 de julho de 2014

EX ALUNO ASSALTA ESCOLA EM CANOAS

Ex-aluno assalta escola e leva diretora como refém em Canoas

Caso ocorreu por volta das 8h30 na Escola Municipal Rio Grande do Sul

Um criminoso foi preso na manhã desta sexta-feira (11) após assaltar a Escola Municipal de Ensino Fundamental Rio Grande do Sul, em Canoas, e levar a diretora da instituição como refém. O caso ocorreu por volta das 8h30, quando um ex-aluno, identificado como Josué da Silva Machado, 30 anos, entrou no colégio, localizado no Bairro Mato Grande, fez um funcionário e um aluno como refém e se dirigiu até a secretaria do local.
Se dizendo armado, ele pedia por dinheiro e celulares dos servidores. A diretora, Márcia da Silva Pinho, 46 anos, reconheceu o ex-aluno e tentou acalmá-lo. Ele então pediu a chave do carro e a levou como refém. Alertada pelos funcionários, a Brigada Militar seguiu o veículo. Márcia dirigiu o Citroen C3 por cerca de seis quilômetros sob a mira do criminoso.
"Ele não dizia ao certo o que queira, mas ameaçava o tempo todo. Ele ficava com a mão no bolso como se tivesse uma arma e era muito agressivo. Eu só pedia pra que não fizesse nada comigo", disse.
Ao chegar em uma rua sem saída, no Bairro Cinco Colônias, o homem saiu do carro com as mãos para o alto. Ele resistiu à prisão, e machucou um dos policiais que tentava abordá-lo. O brigadiano teve que ser levado para a UPA Rio Branco, com ferimento na mão. 
Segundo o delegado plantonista da DPPA de Canoas, Carlos Ferreira, em depoimento informal, Machado informou que tentava fugir de amigos que estavam o ameaçando."Ele estava sobre efeitos de drogas, mas dizia a todo momento que estava recebendo ameças e tentava fugir, mas isso terá que ser averiuguado", explica. Ainda segundo o policial, ele tinha uma vasta ficha criminal e havia ficado preso por cinco dias, em junho deste ano, por ter cometido um homícidio. O caso será encaminhado para a 4ª Delegacia de Polícia do município.
A Secretaria de Segurança de Canoas admite que no momemto do crime não havia nenhum vigilante no local, mas que há uma equipe responsável pela segurança na escola das 11h às 23h. A pasta garante, ainda, que vai ampliar a cobertura da vigilância de forma emergencial, além de adequar os horários da ronda escolar que é realizada pela Guarda Municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário