quinta-feira, 22 de maio de 2014

EM SERGIPE

Colégio Dom Luciano receberá novos professores
Problema motivou uma manifestação dos estudantes
(Foto: SEED)
A situação da falta de professores no Colégio Estadual Dom Luciano, principal causa damanifestação promovida pelos alunos na última quinta-feira, 15, foi discutida e contornada na manhã desta sexta-feira, 16, durante reunião na unidade escolar.
Participaram do encontro a diretora do Dom Luciano, Marli Barreto, a gestora da Diretoria de Educação de Aracaju (DEA/SEED), Nádia Maria Cardoso, acompanhada de representantes das equipes pedagógica e de lotação da DEA, o chefe de Segurança Escolar da SEED, Charles Hardman, além de assessoras da professora Hortência Araújo, secretária Estadual de Educação em exercício.
A reunião foi solicitada em caráter de urgência pela secretária, que se encontra em Vitória, Espírito Santo, onde participa de Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed).

Durante a reunião, foi analisada a situação dos professores e levantadas todas as possibilidades para a resolução do problema. Ficou definido, então, que três disciplinas que estavam desfalcadas receberão novos professores já a partir da próxima semana, com o início do processo de Perícia Médica para os professores aprovados no último concurso público.

As demais disciplinas que apresentavam demanda também terão suas vagas preenchidas com um remanejamento de professores da rede, além do oferecimento de uma Dedicação Exclusiva para que um professor realize o trabalho até a chegada de um efetivo. A diretora da DEA, Nádia Maria Cardoso, acredita que em um prazo de dez dias úteis todos os professores convocados para o trabalho já estejam em sala de aula no Dom Luciano.

Vigilantes e equipe de apoio

Ainda na reunião foi debatida a situação da segurança na escola. Ficou acertado, então, que a diretora do colégio, Mali Barreto, fará já na próxima semana uma reunião com todos os vigilantes. O objetivo deste encontro é informá-los da necessidade de uma reorganização de horários para que, assim, o colégio não fique nenhum turno sem a presença do vigilante.

Sobre a equipe de apoio, a diretora da DEA fará uma análise junto a outras escolas da rede para verificar a possibilidade de redistribuição de funcionários, ou seja, transferir para o Dom Luciano funcionários de outras escolas estaduais que apresentarem em seu quadro um número maior de servidores do que o necessário.

Ainda na reunião foi informada a chegada de uma nova merendeira, que se apresentará já na próxima segunda-feira para reforçar a equipe de merendeiras do Colégio Dom Luciano.

Alunos

Ao final da reunião, a equipe recebeu três dos alunos presentes na manifestação do dia anterior, para que ouvissem em primeira mão e repassassem aos demais tudo o que foi deliberado. Wagner Barreto, Ádrian Brito e Mayara Nascimento ouviram tudo atentamente e se disseram satisfeitos com as soluções adotadas.

“Gostei do resultado da reunião, principalmente por apontar uma solução para o problema da falta dos professores. Essa foi a nossa principal reivindicação durante o ato de ontem. A diretora da DEA nos pediu um prazo de dez dias úteis e, após esse período, teremos uma nova reunião com ela para conferirmos como está o andamento de tudo o que foi acertado aqui”, disse o aluno Wagner Barreto, 1º ano.
Fonte: SEED

Nenhum comentário:

Postar um comentário