sábado, 1 de março de 2014

LUTO

Ensino superior perde uma de suas grandes lideranças


28 de fevereiro de 2014 às 15:08

O Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior no Estado de São Paulo (SEMESP) está em luto com o falecimento, na madrugada desta quinta-feira, em São Paulo, de seu 1º vice-presidente, Antonio Carlos Vilela Braga, um dos fundadores e proprietário do Centro Universitário Central Paulista (Unicep) e da Associação das Escolas Reunidas (ASSER). Historiador e articulista de jornais, o professor Braga era um dos mais apaixonados pesquisadores da história de São Carlos, além de personalidade influente no meio empresarial e político.


Em sua trajetória, Braga contribuiu incansavelmente para o fortalecimento do ensino superior privado e a democratização da educação superior no país. Ele foi o idealizador, em 1971, da Faculdade de Administração de Empresas São Carlos, que mais tarde tornou-se Unicep. Recentemente o Centro Universitário completou 43 anos de história e é considerado um dos melhores do Estado de São Paulo. Com 28 cursos de graduação e 20 de pós-graduação, a Unicep ocupa o 6º lugar entre os centros universitários e universidades particulares e mantém-se no grupo de excelência do Ministério da Educação (MEC).

“Com muito trabalho, perseverança e, acima de tudo, amor pela educação, nosso grande amigo Braga idealizou Instituições de Ensino Superior para que pudessem oferecer à população de São Carlos e região educação de qualidade. Ele foi também um excelente pai de família, um marido exemplar e em todos os lugares por onde passava estava sempre ao lado da companheira Zuleika e de seus três filhos David, Luiz Felipe e Caio”, diz consternado o presidente do Semesp, professor Hermes Ferreira Figueiredo.

Antonio Carlos Vilela Braga foi o grande responsável por tornar alguns programas da Unicep famosos na cidade de São Carlos, trazendo benefícios para toda população, como a IDA (Inclusão Digital de Adultos), que insere jovens e adultos no ambiente da informática; o Pró-Saúde, em que alunos e professores fazem testes, palestras e orientações voltadas à saúde em geral, em lugares de grande aglomeração de pessoas ou em ações comunitárias; o programa Música na Escola – Saúde e Qualidade de Vida, desenvolvido em Itirapina (SP), em parceria com a Prefeitura daquela cidade, é voltado à socialização das crianças e adolescentes através da música com atividades artísticas, rítmicas, expressivas e orientações de saúde. E o Banco de Empregos, há 17 anos inserindo alunos no mercado de trabalhos conta com 503 empresas conveniadas de São Carlos e Região e aproximadamente 3.500 alunos beneficiados.

“Como vice-presidente do Semesp, Braga vai nos fazer muita falta, pois ele sempre foi perseverante e defensor incansável de todas as nossas lutas em prol do ensino superior, além de ter nos deixado um legado que muito nos orgulha”, finaliza o presidente do Semesp.

Seu corpo será velado hoje na Biblioteca da Unicep de São Carlos, localizada na Rua Miguel Petroni, no bairro do Jardim Centenário, das 15 horas às 22 horas e amanhã, das 8 horas às 13 horas, no Crematório Ecológico Metropolitano de Ribeirão Preto, onde acontecerá a cerimônia de cremação às 14 horas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário